Os brasileiros que querem transformar o mundo com a tecnologia assistiva

Os brasileiros que querem transformar o mundo com a tecnologia assistiva

Uma tecnologia assistiva é todo tipo de recurso e serviço que facilita o uso das habilidades funcionais das pessoas com deficiência. Elas promovem a inclusão e dão autonomia para o dia a dia delas.

 

Vivemos cercados de tecnologia, e ouvimos falar sobre o assunto o tempo todo. O que não percebemos é ela tem uma função básica muito nobre: a de chegar onde o ser humano não consegue sozinho. Ela rompe barreiras e pode aproximar as pessoas de formas novas e transformadoras. E se engana quem pensa que soluções tecnológicas são coisa de norte-americano. O Brasil está repleto de organizações que querem mudar a vida das pessoas com a tecnologia! E nós vamos falar sobre algumas empresas brasileiras que querem fazer isso com tipo especial de tecnologia: a tecnologia assistiva.

Vamos a elas!

Hand Talk

A gente não podia deixar de falar sobre nós mesmos logo de cara! Se você é leitor de primeira viagem e não conhece a Hand Talk, é importante saber porque ela existe. Nossa missão é encurtar distâncias entre surdos e ouvintes e a gente faz isso traduzindo o português para Libras (a Língua Brasileira de Sinais) com o Hugo, nosso simpático intérprete virtual. Seja por meio do nosso aplicativo para celular, que funciona como um dicionário de Libras de bolso, como pelo tradutor de sites, que é uma extensão que deixa todo o conteúdo escrito de uma página acessível em Libras para os surdos.

“Mas por que traduzir texto? O surdo não é cego!”. Pois você sabia que cerca de 70% dos surdos tem dificuldades para compreender o português escrito? A Libras é a primeira língua da grande maioria dos surdos, que acaba aprendendo o portguês escrito apenas como uma segunda língua e com bastante dificuldade, por não conseguir compreender sua parte oral. E com quase 10 milhões de pessoas com deficiência auditiva no Brasil, esse problema toma uma proporção enorme, que exige resposta na mesma medida.

O tamanho dessa questão é um dos motivos pelos quais as nossas soluções são reconhecidas no Brasil. A Hand Talk foi eleita o projeto mais inovador do Brasil no Salão da inovação Rio Info e ganhou o prêmio da Folha de Empreendedor Social do Futuro em 2014. Lá fora, o nosso aplicativo foi considerado o melhor app social do mundo pela ONU, numa disputa com mais de 15.000 aplicativos de mais de 100 países.

Não é à toa que a gente tem o maior orgulho de falar da nossa casa!

 

investimento em acessibilidade

 

Livox

A Livox é outra startup com aplicativo premiado pela ONU. A solução é uma plataforma de comunicação alternativa para pessoas com diferentes tipos de deficiências e doenças, como o autismo, a Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) e sequelas de AVC (Acidente Vascular Cerebral). A Livox já impactou mais de 20 mil pessoas com dificuldades na fala e tem potencial de ampliar seus efeitos para 15 milhões de brasileiros.

A Livox – que em latim significa Liberdade e Voz – ganhou em 2016, o prêmio de Empreendedor Social da Folha e já vendeu 5000 licenças do seu software para a prefeitura de Recife, que o utiliza em escolas municipais. O uso do aplicativo na educação fez sucesso e possibilitou uma parceria com a Federação das Apaes (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) do estado de São Paulo. As licenças da plataforma serão oferecidas às Apaes com um desconto de 74%, um custo de R$ 350 por licença.

O aplicativo já esta disponível em outros quatro idiomas além do português: inglês, alemão, árabe e espanhol. E você pode conhecer mais sobre a Livox clicando aqui. 😉

 

Banner de inscrição do Webinar "10 dicas de acessibilidade para gestores e gerentes"

 

Livre

Saindo um pouco do mundo da acessibilidade digital, a Livre tem uma proposta que pode ser bastante radical. A empresa produz o Kit Livre, um equipamento que transforma cadeiras de rodas em triciclos motorizados! O acessório pode ser acoplado em qualquer modelo de cadeiras de rodas manual e possui um motor elétrico que auxilia (e muito!) a mobilidade dos cadeirantes, proporcionando autonomia no deslocamento. Além de ajudar a superar os obstáculos físicos que um cadeirante enfrenta no dia a dia, o Kit Livre possibilita a prática de esportes radicais!

A solução da Livre ganhou o prêmio de Empreendedorismo do Santander e é um exemplo fantástico de tecnologia assistiva que promove a acessibilidade física. As barreiras arquitetônicas estão por todos os lados e o Kit Livre mostra que elas podem ser vencidas com inovação e tecnologia!

 

A nossa lista poderia ser muuuuito maior! Esses são só alguns exemplos que dão um gostinho de como existem tecnologias assistivas surpreendentes no Brasil! Você conhece outras empresas brasileiras com soluções assim? Deixe para a gente nos comentários!

Compartilhe esse post!



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *