Diversidade e acessibilidade: qual a importância da sintonia entre esses dois conceitos?

Diversidade e acessibilidade: qual a importância da sintonia entre esses dois conceitos?

Os conceitos de diversidade e acessibilidade estão intimamente ligados, mas você sabe por quê?

Tanto a diversidade quanto a acessibilidade englobam um mesmo fator: a inclusão. Esses dois conceitos,  têm mais em comum do que é possível imaginar. Neste artigo vamos te contar o porquê! Você vai entender mais sobre o significado de cada uma dessas palavras, bem como o papel social e poderoso que elas exercem. Vem com a gente!

 

O que é diversidade?

A palavra diversidade transmite a ideia de pluralidade e diferenças. Atualmente, o conceito tem relação direta com as individualidades de cada pessoa, grupo ou mesmo sociedades, e também o respeito a elas!

Com isso, a diversidade vai de encontro com a determinação de singularidade e padronizações. Isso se dá porque, na realidade, o conceito abrange a multiplicidade e a possibilidade de ser diferente, além da garantia de direitos e espaços, independentemente do que se é.

Neste sentido, aspectos como gênero, raça, religião, deficiência e orientação sexual, não devem ser determinantes ou excludentes na sociedade e sim valorizados como parte importante na vida de cada um. 

 

Por que a diversidade tem sido cada vez mais discutida dentro e fora das organizações?

Apesar de o ser humano ser plural, algumas características, que se têm como divergentes do “comum”, fazem com que certas pessoas sofram. Isto é, histórica e culturalmente, alguns fatores influenciam no isolamento e afastamento de alguns indivíduos devido a sua diversidade. Esta qualidade de “comum” é um padrão instituído e, logo, é o que é considerado mais aceito.

Por essa razão, os debates em torno da diversidade têm se tornado mais frequentes atualmente, principalmente nas empresas. A importância do tema tem extrema relevância, principalmente quando a diversidade é motivo de exclusão. Ainda mais quando este fator vem acompanhado de preconceitos, e até violência.

Apesar do histórico, o mundo passa por modificações e já é possível identificar pessoas e empresas dispostas a captar o melhor da diversidade: a multiplicidade de indivíduos!

Sendo assim, a promoção da diversidade busca diminuir a desigualdade entre o acesso por diferentes pessoas. Afinal, há grandes discriminações entre algumas características e o papel desta pessoa no trabalho. Por exemplo, mulheres tendem a ser deslegitimadas em relação aos homens nos trabalhos. Assim como elas, pessoas com deficiência são subestimadas devido ao conceito de capacitismo. É importante lembrar que não há nenhum aspecto da diversidade que interfira na qualidade do trabalho desses indivíduos. As vagas devem se considerar todos os tipos de pessoas, independente de suas deficiências ou necessidades. 

 

De que forma a diversidade e acessibilidade se relacionam?

Já te contamos sobre a diversidade e a importância dela. Agora você precisa entender que a acessibilidade é um fator que amplia esse conceito e auxilia na sua inclusão.

Ela garante o acesso de pessoas com e sem deficiência às mais diversas situações, como a possibilidade de desenvolver um bom trabalho nas suas empresas. Ainda, faz com que essas pessoas também sejam incluídas, independente de sua identificação de gênero, orientação sexual ou raça.

Assim, a junção desses fatores proporciona ambientes de trabalhos mais inclusivos, diversos e propícios a grandes descobertas. Afinal, a gente aprende muito com o novo, não é mesmo?

Um exemplo disso é o Quilombo PcD. Ele é um coletivo que une pautas antirracistas e anticapacitistas para engajar a necessidade de inclusão destes grupos.

Nesse sentido, empresas com iniciativas de acessibilidade, física ou digital, fomentam a diversidade. Elas dão acesso não apenas a pessoas com deficiência, mas também a seres humanos com as suas mais diversas características.

Por fim, é importante compreender como o debate em torno da acessibilidade e a diversidade é importante. Principalmente ao nos questionarmos sobre a representatividade no grupo de pessoas com deficiência!

Convidamos os profissionais de recursos humanos e as empresas a repensarem seus processos seletivos. Afinal, o primeiro olhar deve ser sobre a porta de entrada, que é o real acesso de pessoas com deficiência, e a diversidade para o mercado de trabalho.

E aí, como é que está a acessibilidade e a diversidade na sua empresa?

Compartilhe esse post!


Rating: 5.0. From 1 vote.
Please wait...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *